Namoro Após O Divórcio? 3 Erros A Evitar

Vida depois do casamento.

Se já começou a namorar após o divórcio ou está prestes a fazê-lo, fique a conhecer os três comportamentos que comprometerão ou, no mínimo, reduzirão drasticamente a hipótese de encontrar outro homem perfeito. Confira os três perigos do namoro pós-divórcio e como pode evitá-los:

1. Pensar que todos os homens são como o seu ex Confiar num novo homem, uma vez que foi ferida pelo seu ex-marido, é difícil. No entanto, se não se livrar dessa desconfiança relativamente a todos os homens, será quase impossível voltar a encontrar alguém. Esta desconfiança é denunciada em perfis de sites de namoro quando se escrevem frases como “sem esquemas ” ou ” não a homens desonestos.” Quando escreve estas coisas no seu perfil, está a anunciar a toda a gente que foi ferida e que está desconfiada.

Com esta atitude vai assustar os homens, pois eles vão imediatamente reconhecer a sua desconfiança. E a maioria dos homens que realmente são de esquemas ou desonestos não o vão admitir a si… O mais provável é que não se afastem só porque está escrito no seu perfil. Quando tiver um relacionamento após o divórcio, mesmo que ele lhe seja fiel e esteja loucamente apaixonado por si, com essa postura vai acabar por não acreditar em nada do que ele lhe disser.
Isto pode acontecer porque tem alguns dos seguintes pensamentos: “Todos os homens são como o meu ex-marido. Todos os homens traem. Todos os homens fingem estar apaixonados por mim e depois terminam tudo”. Substitua estes pensamentos por algo mais melodioso e positivo, tal como: ” Estou a divertir-me a conhecer esta nova pessoa e a descobrir quais os seus pontos fortes”. Com cada homem que conhecer, tente começar do zero.

Olhe para ele como um ser único e individual. Observe como ele é diferente do seu ex-marido. Se mesmo assim continua a ter dificuldade em confiar nos homens, uma das maneiras mais eficazes para libertar a sua desconfiança é a acupunctura.

2. Envolver-se num relacionamento com poucas hipóteses de futuro Se estiver sozinha após o divórcio, é fácil envolver-se com outra pessoa antes de estar realmente pronta para seguir em frente. Pergunte a si mesma se a pessoa com quem está tem as qualidades que valoriza para um parceiro a longo prazo; o que é que tem em comum com essa pessoa; a atração física fá-la crer que essa pessoa tem as qualidades que imagina para o homem certo?

Outra pergunta a fazer: Estou feliz sozinha, mesmo sem um homem na minha vida? Se a resposta for sim, então está pronta para se envolver num novo relacionamento. Mas se a única razão para se envolver for o facto de não conseguir estar sozinha, então a sua nova relação terá de facto poucas probabilidades de futuro. Quando se curar realmente do seu divórcio, e pensar em tudo o que aprendeu com ele, o seu novo relacionamento pode passar de temporário a real e com possibilidade de crescimento, desde que não seja baseado apenas na atracção física.

3. Não carregar o fardo do passado Não somos folhas de papel em branco. Já todos fomos magoados no passado. A solução é encontrarmos formas de nos libertarmos dele para que não nos prenda. Na verdade, na maioria das vezes, não temos consciência do nosso próprio fardo.

Está na altura de fazer uma introspeção. Já pensou no tempo que perde a lamentar-se pelo seu divórcio em vez de tentar perceber qual a verdadeira causa do desmoronar do seu casamento? Provavelmente o seu marido desempenhou um papel destrutivo, mas e você? Já pensou nos seus hábitos e atitudes durante o casamento? A culpa é um dos sentimentos mais destrutivos em casais.

Temos tendência a culpar os outros pela forma como nos sentimos. Mas as nossas emoções são, muitas vezes, as verdadeiras culpadas pelo que acontece à nossa volta. Temos tendência a dizer: “Estás a deixar-me irritada “, em vez de dizer: “Quando fizeste X, ou Y, não me senti bem, senti-me bastante desconfortável. ”

Quer se trate de evitar a culpa ou qualquer outro sentimento menos positivo, existe alguma coisa que possa fazer para guiar o seu novo relacionamento por um caminho diferente ao do seu casamento? Só quando conseguir responder a esta pergunta poderá dizer “adeus” aos fardos que carrega do passado e “olá” a um relacionamento novo e maravilhoso.

 

Adaptado de Dating After Divorce? 3 Mistakes to Avoid por Kimberly Pryor

 

Poderá também ter interesse em: