Os 7 Hábitos das Pessoas Muito Felizes

Os 7 hábitos das pessoas muito felizes

As pessoas felizes fazem-no

As pessoas muito felizes tem em comum hábitos felizes. É tão simples quanto isso. As pessoas mais felizes tem sete hábitos óbvios. Se pretende expandir a sua felicidade considere adotar alguns destes hábitos na sua vida.

1. Faça parte de algo em que acredita.

Pode ser qualquer coisa. As pessoas podem ter um papel ativo na sua comunidade, encontrar refúgio na religião, participar num clube social, apoiar causas, ou encontrar paixão e missão na sua carreira profissional. Em cada caso, o resultado fisiológico é o mesmo. Envolver-se em algo que acredita fortemente traz felicidade e significado à sua vida.

2. Passar tempo com amigos e família.

Uma vida feliz é uma vida partilhada com amigos e família. Quanto mais fortes as relações pessoais e maior a frequência das interações, mais feliz será.

3. Refletir sobre o bem.

Muitas vezes as pessoas concentram demasiada atenção nos aspetos negativos da vida e não deixam espaço para refletir positivamente sobre o seu sucesso. É natural que uma pessoa queira corrigir circunstâncias indesejáveis e focar-se em melhorá-las mas deve haver um equilíbrio saudável na distribuição de consciência pessoal. É importante refletir conscientemente sobre o bem enquanto se esforça para corrigir o mal. Uma contínua consciencialização dos seus sucessos pode ter um efeito notoriamente  positivo sobre sua felicidade emocional.

4. Explorar os seus próprios recursos.

Uma pessoa comum fica geralmente muito admirada quando vê alguém com deficiências físicas com sinais de felicidade emocional. Como é possível alguém com uma condição física tão restritiva ser feliz? A resposta baseia-se na utilização dos recursos que cada um possui. Stevie Wonder não conseguia ver, então explorou a sua audição desenvolvendo a sua paixão pela música com o sucesso que todos conhecemos.

5. Criar finais felizes, sempre que possível.

O poder dos finais é notável. O final de qualquer experiência tem um impacto profundo na perceção global da experiência como um todo. Pense em ler, por exemplo, um bom romance, bem escrito e interessante. Agora imagine que o final é desastroso. Mesmo que a história seja cativante, recomendaria o livro a um amigo? As pessoas lembram-se sempre do final. Se o final é feliz, a experiência cria felicidade. Agarre as pontas soltas, crie boas recordações e proporcione finais felizes sempre que possa.

6. Utilize as suas capacidades para fazer as coisas.

Todos nós possuímos  pontos fortes. Todos temos talentos e habilidades próprias. A felicidade emocional vem naturalmente ao encontro daqueles que usam as suas forças para fazer as coisas acontecerem. A sensação de conclusão cria sempre uma sensação de realização. Se essa realização se baseia na sua própria capacidade pessoal, as recompensas fisiológicas são inimagináveis.

7. Saborear a alegria natural dos prazeres simples.

As melhores coisas da vida são grátis. Elas vêm em forma de simples prazeres e surgem mesmo à nossa frente em locais e momentos inesperados. São regidos pela mãe natureza e capturados pela nossa consciência presente. É tudo uma questão de parar um momento para observar a cor de laranja do sol refletida no mar, enquanto está de mãos dadas com alguém que realmente ama. Observando estes momentos e participando neles regularmente trará imprevisíveis explosões de felicidade na sua vida.

Partilhe connosco o que o faz feliz.

Adaptado de 7 habits of highly happy people de Marc e Angel Hack 

Poderá ter também interesse em: