As melhores fontes de proteína vegan

As melhores fontes de proteína vegan

Proteinas para equilibrio do peso

As dietas ricas em proteínas, como a Atkins e a South Beach fazem com que muitas pessoas pensem que comer grandes quantidades de produtos de origem animal é a única opção para perder peso. E não é. De facto, a maioria das pessoas come quantidades excessivas de proteína animal, produzindo altos níveis de acidez para os rins processarem. Além disso, o excesso de proteínas transforma-se em gordura. Os nossos antepassados mais magros ingeriam apenas cerca de 5 por cento do total de calorias em proteína animal enquanto nós ingerimos 40% – Nos EUA, equivale a um excesso de  112Kg de carne por pessoa, por ano.

Quer seja vegan ou apenas pretende reduzir a quantidade de carne na sua alimentação, incluir fontes de proteína vegan nas suas refeições pode ajudar a equilibrar o peso através do controlo de açúcar no sangue e a manter-se satisfeito por mais tempo.

Aqui vão algumas das melhores fontes de proteína vegan:

  • Abacate  e coco
  • Legumes, como feijões, grão de bico, soja, edamame (feijões de soja verde)
  • Frutos secos (crus e sem sal) tais como: amêndoas, castanha do Brasil, castanha de caju, macadâmia, noz e pistacho
  • Quinoa
  • Sementes, como as de chia, de linhaça, de cânhamo, de abóbora, de girassol e de sésamo
  • Produtos de soja orgânica, como tofu, miso, e tempeh
  • Substitutos do leite, como leite de amêndoa, de coco, de sementes de cânhamo, e de soja

Como reparou, a proteína em pó não consta desta lista. Isto porque a maior parte é excessivamente processada​​, cheia de açúcar, ou contem glutamato monossódico neurotóxico numa das suas muitas variantes, particularmente proteína “isolada”.

As sementes são a melhor forma de adicionar proteína aos seus smoothies em substituição da proteína em pó.

Adaptado de Top Vegan Sources of Portein de Michelle Schoffro Cook

Poderá ter também interesse em: