6 Alimentos que as crianças devem evitar

6 Alimentos que as crianças devem evitar

alimentos doces e ás cores

Relativamente à alimentação, a moderação é a palavra chave. Há alimentos que devem ser consumidos apenas em ocasiões especiais e outros muito de vez em quando.

Esta lista representa os últimos. Não são alimentos proibidos, apenas o seu consumo deve ser limitado a situações esporádicas.

Veja alguns alimentos que as crianças devem evitar:

  1. Pipocas de microndas. A questão está no ácido perfluorooctanóico, PFOA, o químico usado nas embalagens de pipocas microndas que se destina a evitar que se incendeiem. Apesar de ser bom não pegarem fogo, o PFOA está associado a cancro, atraso na puberdade, doença da tiróide e colesterol elevado em crianças. Falta mencionar os químicos usados para “imitar” o sabor da manteiga. Opte por pipocas à moda antiga.
  2. Carnes processadas. Cachorros, hamburgers, fiambre e outras formas de carnes processadas podem paracer benéficos para crianças, mas estão cheios de gorduras, nitratos, sódio e conservantes, tudo coisas que fazem mal. Estes alimentos aumentam o risco de doenças de coração, diabetes e cancro do colon em crianças. Se as crianças forem fãs de carne, opte por variedades sem conservantes e não processadas sempre que possível. Prepare frango ou peru em casa. Mais em: Morte por bacon
  3. Tomate em lata. Aqui está uma surpresa, mas talvez não tenha ouvido falar ainda de BPA, biofenol A, o aditivo químico que se encontra em plásticos e em alimentos enlatados. A acidez do tomate leva a que ainda mais BPA seja adicionado na lata. O BPA está associado a obesidade infantil, asma, alterações no sistema reprodutor, disfunção da tiróide, diabetes e problemas de fígado. Evite, sempre que possível, este químico.
  4. Iogurtes para crianças. O iogurte é um excelente alimento para crianças, os iogurtes para crianças, nem por isso. Estão cheios de corantes artificiais e açucares que anulam todos os benefícios que o alimento original contem. Isto não significa que tem de por os iogurtes de lado. Opte pela variedade natural e adicione fruta congelada, passas ou mel para crianças com mais de 1 ano.
  5. Bebidas energizantes. A menos que as crianças treinem intensamente em dias de calor, não há necessidade de bebidas energizantes. Peritos dizem que ao fazê-lo, as crianças passam a optar menos por água nas restantes alturas do dia, dada a diferença de sabor. Se tiverem sede, dê-lhes água. Após um treino muito intenso, opte por leite com chocolate, mistura perfeita de proteínas e hidratos para ajudar a repor energia.
  6. Cereais açucarados. Não há nada mais apelativo do que os cereais para crianças. As cores, a variedade dos bonecos das caixas e os sabores doces fazem deste alimento um dos mais pedidos pelas crianças nos supermercados. Não se iluda com os rótulos de “cereal integral” ou “ extra fibra”. Os cereais às cores, sejam aveia, arroz ou o que forem, simplesmente não são saudáveis nem há nada que os faça ser. Opte por variedades naturais e integrais. As crianças habituam-se

Concorda com esta lista? Que alimentos adicionaria?

Adaptado de 6 Foods That Kids Should Avoid de Jenn Savedge
Poderá tambem ter interesse em: