Alimentos orgânicos são só para gente rica

Alimentos orgânicos são só para gente rica

Deixe-se de desculpas, há formas acessíveis de comer orgânico, sem grandes dificuldades. Jillian Michaels esboçou algumas dicas para ter uma dieta saudável e orgânica dentro de um orçamento limitado

A Verdade: Sim, alimentos orgânicos podem ser mais caros, mas não tem de ser ruinosos. Há formas acessíveis de comer saudável.

Podíamos falar longamente sobre os benefícios dos alimentos orgânicos, mas vamos ser breves: muita gente pensa que o dinheiro a mais que custa a comida orgânica não compensa, o que é uma loucura. Cada euro gasto em orgânico é um investimento na saúde com retorno a médio prazo. Comer orgânico ajuda a evitar pesticidas e químicos e proporciona mais nutrientes. Alem disso, orgânico não tem de ser caro. Pode requerer mais energia e mais tempo, mas há formas de poupar que valem a pena.

Não precisa comer sempre orgânico. Não precisa que todos os alimentos que come sejam orgânicos para ter impacto na saúde. Estes 15 alimentos podem ser não orgânicos: espargos, abacate, couve, melão, milho, berinjela, toranja, kiwi, manga, cebola, abacaxi, cebola doce, ervilhas, batata doce, melancia. Recomendo vivamente que poupe o dinheiro que gastaria a comprar estes frutos e vegetais orgânicos e que, em vez disso, compre carne de vaca, de aves, ovos e lacticíneos orgânicos. Tambem pode substituir lacticíneos orgânicos por leite de amendoa, de arroz ou de coco. O mais importante é ter atenção aos 12 alimentos “sujos”: maçãs, aipo, pimentões, cerejas, uvas, alface, nectarinas, pêssegos, pêras, batatas, espinafres e morangos com elevadíssimos níveis de pesticidas. Uma dica: se acha que não memoriza quais os alimentos não orgânicos a evitar ou a consumir, lembre-se que os frutos com casca grossa como melão, bananas e kiwis podem ser comidos não orgânicos. Guarde dinheiro para frutos vermelhos, pessegos e maçãs que são de facto fabulosos se forem orgânicos.

Encontra bons preços em cooperativas e em mercados locais: Os mercados locais são uma excelente opção, se procura alimentos orgânicos a bom preço. Uma vez que são mínimos os preços de transporte, embalagem e publicidade, paga menos por estes items. Outra hipótese é juntar-se a grupos, clubes ou cooperativas em que são vendidos produtos a bons preços aos seus membros.

Compre alimentos orgânicos congelados ou em quantidade. Os produtos orgânicos retem a maior parte do sabor e nutrientes mesmo congelados, portanto não hesite em comprá-los dessa forma. Considere tambem comprar em quantidades maiores, o que pode ser bem mais barato. Procure lojas ou armazéns de comida saudável para grãos, nozes, legumes e cereais.

Faça a sua horta. Se tem tempo, espaço e energia, recomendo vivamente que faça a sua própria horta de alimentos orgânicos. Há inumeros artigos na net que tratam deste tema e o que custa é mesmo começar

Conclusão: comer orgânico pode ser de facto caro, mas se tomar algumas medidas tais como comprar em mercados locais, conhecer os alimentos que podem ser consumido não orgânicos e comprar congelados, pode poupar dinheiro e ficar mais saudável

Adaptado de MYTH: Only Rich People Can Afford to Eat Organic de Jillian Michaels

Poderá tambem ter interesse em